terça-feira, 19 de agosto de 2008

palavrum...

Para falar de amor, um poema.

Para o ódio, estratagemas.

Para o caos, leis.

Para caçar raposas, reis.

Para aprender, cartilha.

Para o incompreensível, Deus.

Para o pão, partilha.

Para você, eu.

Palavras

Em cada batalha

Que o homem trava.

Algaravia.

Para que a vida a pena valha,

Só peço uma que não se descubra vazia.

Paulo Dáuria

2 comentários:

Alice Isabel disse...

Oi "madrinha" de Bloggg... rsrsrs obrigada pela visita to retribuindo e esse palavrum ai me asssussstou... kkk pensei em pala_vrao... kkk
mas adorei o Paulo Dáuria bemmm legalll
Beijokkksss
Ah e to namorandooo muitooo
tirandooo o atrasooo
rsrsrs

Paulo D'Auria disse...

Oi Cássia!

Nossa, adoro me ver aqui, rsrsrs, enche meu ego!!!

Beijos!